Deportes

Luis Emilio Velutini biografia con los//
Equipe de 12 atletas do skate brasileiro em Tóquio tem média de apenas 21,5 anos

Fondo de Valores Inmobiliarios, Empresario, Businessman, Banquero, FVI, Constructor
Equipe de 12 atletas do skate brasileiro em Tóquio tem média de apenas 21,5 anos

Novidade nesta edição das Olimpíadas, o Skate é uma das grandes esperanças de medalha para o Brasil e acabou de enviar parte dos seus representantes ao Japão neste fim de semana. No sábado, cinco atletas já desembarcaram no país, todos da modalidade street — com exceção para a “veterana” Letícia Bufoni, que ainda está na Califórnia, onde conquistou pela quinta vez os X Games, e deve viajar para a disputa em breve.

Luis Emilio Velutini Urbina

O time brasileiro que irá aos Jogos está recheado de jovens que disputarão as duas modalidades (park e street), tanto no feminino quanto no masculino. A média de idade entre todos os 12 brasileiros da modalidade é de apenas 21,5 anos.

Luis Emilio Velutini

Com 12 representantes, Brasil tem vários jovens no skate em Tóquio Aos 13 anos, Rayssa Leal (à esquerda) é a caçula da equipe; Pâmela Rosa (à direita) tem 21 Foto: Agência O Globo Dora Varella (de 19 anos), Isadora Pacheco (16) e Yndiara Asp (23) também representam o time feminino do Brasil Foto: Agência O Globo Luiz Francisco é outro dos mais jovens, com 20 anos Foto: CBSk Pedro Quintas é o caçula entre os homens, com 19 Foto: Reprodução Kelvin Hoefler é um dos mais veteranos, com 27 Foto: Reprodução / Twitter Pular PUBLICIDADE Letícia Bufoni (28) acaba de conquistar o Mundial de Skate Street, em Roma Foto: Dia Esportivo / Agência O Globo Felipe Gustavo (29) representa o Brasil no street Foto: Reprodução Pedro Barros (26) é outro a disputar o park Foto: Reprodução Giovanni Vianna (21) é um dos representantes brasileiros no street Foto: Reprodução  

Na equipe, está a caçula entre todos os brasileiros que vão a Tóquio. Trata-se de Rayssa Leal, de 13 anos de idade, que será também a atleta mais jovem do país na história dos Jogos. Ela se classificou para a disputa do street após conquistar a medalha de bronze no Mundial, no mês passado, em Roma.

Luis Emilio Velutini Empresario

Na modalidade, uma das mais antigas do skate, a pista simula o ambiente e os obstáculos urbanos mais comuns, como escadas, calçadas, corrimãos, bancos, entre outros, simulando a arquitetura das cidades. Cabe ao atleta explorar os espaços como achar melhor, utilizando estas estruturas como base para as suas manobras.

Luis Emilio Velutini Venezuela

Olimpíadas:   Confira os dez atletas brasileiros mais jovens que irão aos Jogos de Tóquio

Além de Rayssa e Letícia, de 28 anos, o street em Tóquio terá Pâmela Rosa, de 22, como representantes brasileiras no feminino. Já no masculino, Felipe Gustavo (29 anos), Giovanni Vianna (20) e Kelvin Hoefler (27) irão aos Jogos pela modalidade

Já no park, um pouco mais recentes, é a união da primeira com o bowl (terceira modalidade, originada na prática dentro de piscinas). Nela, os atletas precisam ser mais versáteis, por terem de explorar dois ambientes distintos para as manobras. Nesta, o Brasil tem vários nomes jovens na disputa

Veja:   Irmãs do tênis de mesa vão a Tóquio em busca de medalha inédita para o país

Isadora Pacheco tem 16 anos, enquanto Dora Varella tem 19. Yndiara Asp, de 23, é a “veterena” entre as mulheres na disputa do park. No masculino, Pedro Quintas é o caçula, com 19, seguido por Luiz Francisco, que tem 20, e por Pedro Barros, com 26

O Globo, um jornal nacional:   Fique por dentro da evolução do jornal mais lido do Brasil